ARMVA aplica programa Minas Livre para Crescer
Ações de desburocratização do Estado são fomentadas pela Agência
Publicado: 07/05/2020 14:07 | Atualizado: 07/05/2020 14:08
Foto: Divulgação / ARMVA Foto: Divulgação / ARMVA

Governo de Minas Gerais tem atuado incessantemente para diminuir os impactos da pandemia da Covid-19 em todo o estado. Além das diversas ações de contenção da transmissão do vírus e tratamento da doença, o Governo de Minas Gerais trabalha em medidas para a recuperação econômica de modo efetivo.

Neste sentido, o programa de desburocratização “Minas Livre para Crescer” ganhou ainda mais prioridade. Ele é pioneiro na aplicação das diretrizes da Lei de Liberdade Econômica, o que contribuirá para o momento de reativação dos setores produtivos. No Vale do Aço, o programa é encabeçado pela Agência de Desenvolvimento da Região Metropolitana do Vale do Aço (ARMVA). O diretor-geral da autarquia, João Luiz Teixeira Andrade, explica a relevância do programa, sobretudo, no contexto da pandemia.

“A desburocratização é uma das principais pautas do Governo Zema. O objetivo central do programa é melhorar o ambiente de negócios em Minas Gerais por meio da redução da burocracia e dos custos para empreendimentos, bem como através da ampliação da competitividade de nosso estado. Com a crise da Covid-19 e paralisação da economia, esse assunto é de extrema importância para que Minas Gerais não tenha mais prejuízos e possa retomar a atividade econômica de modo mais acelerado”, destaca João Luiz.

Programa Participativo

O programa possui como característica a construção colaborativa entre governo, sociedade civil organizada, iniciativa privada e população. Assim, os representantes de cada setor produtivo da economia têm a oportunidade de contribuir com sugestões de mudanças em processos burocráticos que envolvam o Governo de Minas Gerais, bem como alterações em legislações estaduais.

A fase de consulta pública foi iniciada com as contribuições das entidades representantes dos setores produtivos e classe empresarial do Vale do Aço. Agora, a Matriz de Procedimento está aberta para todos que desejarem participar desse processo, por meio de formulário online (clique aqui para acessá-lo). As propostas encaminhadas serão analisadas pelos órgãos competentes.

“Estamos em um momento de diversas mudanças na economia, nos modelos de negócios e também na atividade estatal. O “Minas Livre para Crescer” já era uma proposta do Governo de Minas e agora é prioridade para o Sistema de Desenvolvimento Econômico. É hora dos representantes dos setores produtivos contribuírem e darem sugestões para alterar procedimentos e legislações que entravam o crescimento do nosso estado”, conclui João Luiz.