Governo de Minas anuncia 6ª rodada do Seed
Edição especial será destinada a projetos de solução tecnológica para a gestão pública
Publicado: 16/12/2020 08:48 | Atualizado: 03/02/2021 19:41
Foto: Deposit Photos Foto: Deposit Photos

Em cumprimento à promessa feita ao ecossistema de empreendedorismo e inovação mineiro, o governador Romeu Zema lançou, nesta quarta-feira (16/12), o edital da 6ª rodada de aceleração de startups do Seed - Startups and Entrepreneurship Ecosystem Development. Esta edição será especial, destinando 90% das 60 vagas a startups com soluções tecnológicas para desafios apresentados por órgãos públicos. As outras vagas serão para projetos de negócios de base tecnológica de quaisquer segmentos.

O Chamamento Público convida os interessados a apresentarem projetos com soluções tecnológicas para gargalos da gestão pública. Neste ano, a equipe do Seed levantou com órgãos da administração direta e indireta do Governo de Minas os desafios enfrentados por eles e que poderiam ser solucionados por startups. Ao todo, 22 instituições inscreveram 105 propostas, sendo 37 aprovadas para pautar as startups selecionadas para a sexta rodada.

De acordo com o secretário-adjunto da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede), Fernando Passalio, a mudança estrutural do programa deu-se a uma necessidade do governo de atender pontos sensíveis para uma gestão eficiente. Foram criados critérios de seleção como: relevância para a política de desenvolvimento econômico; impacto no setor produtivo; aderência à política governamental; e factível de solução no ecossistema de inovação. “Dessa forma, as startups desenvolvem seus negócios e contribuem para uma gestão pública cada vez mais eficiente, desburocratizada e inovadora”, justificou.

Um novo formato

Durante o lançamento, o governador Romeu Zema explicou a necessidade de mudança no programa. “Por conta da situação fiscal do Estado de Minas Gerais, herdada da gestão anterior, pela concentração dos investimentos em combate à Covid-19 e reforçando o compromisso firmado pelo governo em aumentar a eficiência nos gastos públicos, reorganizamos o programa para que pudesse ser viabilizado”, afirmou.

Nesta edição, serão selecionados até 60 projetos de negócios de base tecnológica, apoiando empreendedores, nacionais ou estrangeiros, que queiram desenvolvê-los na cidade de Belo Horizonte e Região Metropolitana, no estado de Minas Gerais. Todos os selecionados terão acesso ao incentivo financeiro previsto no edital. Para se inscrever, a startup tem que ter CNPJ. Esta é uma novidade desta rodada, já que nas edições anteriores o repasse do seed capital era feito diretamente para o CPF dos participantes.

Além do número de empresas aceleradas e da forma de pagamento, outra alteração no programa é o corte das participantes. Passados dois meses de aceleração, haverá uma redução de 33% delas, deixando 40 startups por mais quatro meses. A escolha e seleção será feita com base em pontuação estabelecida do edital.

 

Aceleração virtual e com parceiros

Devido ao isolamento social vivido em todo o mundo por causa da Covid-19, a aceleração desta edição acontecerá virtualmente até o fim da pandemia. Especialmente, nesta edição, contaremos com o auxílio de parceiros importantes como Fapemig, IEBTFundep e BHTEC, que irão apoiar a execução dessa rodada do Seed.

A metodologia de formação empreendedora e de aceleração de negócios consiste em serviços de acompanhamento e de aconselhamento técnico, gerencial e estratégico, a serem ofertados aos participantes com o objetivo de auxiliá-los a desenvolverem competências empreendedoras e a transformarem protótipos em negócios aderentes a desafios públicos reais e com soluções tecnológicas escaláveis.

As iniciativas tomadas irão fazer o governo de Minas Gerais reduzir mais de 50% dos gastos, totalizando R$ 3.448 milhões. Mas não é só o Estado que ganha com as mudanças e redução de custos. Atendendo a pedidos dos empreendedores, a sexta rodada do Seed contará com capacitações e mentorias on-line, conexões com desafios reais, potenciais clientes e investidores, além  da extinção de horas obrigatórias de coworking. Todo esse processo acontecerá em formato on-line até o final da pandemia.

As demais mudanças estão no edital, que pode ser conferido em www.seed.mg.gov.br. Dúvidas somente serão esclarecidas por meio do e-mail operacoes@seed.mg.gov.br.