Secretário Miguel Corrêa se reúne com executivos da Microsoft no Brasil
Publicado: 10/09/2015 15:37 | Atualizado: 22/10/2015 09:48

Buscar parcerias para transformar Minas Gerais em referência mundial no campo da inovação e da educação tecnológica. Este é um dos objetivos do programa Minas Digital que foi apresentado pelo secretário de Ciência e Tecnologia, Miguel Corrêa aos executivos da Microsoft no Brasil, nesta quarta-feira, (09/09), na Cidade Administrativa. 

Durante a reunião foi discutida a viabilidade de futura parceria entre a Secretaria de Ciência e Tecnologia com a Companhia de Tecnologia, especialmente para promover a educação tecnológica no estado. "Queremos suprir as deficiências da iniciativa privada, especialmente na área de TI (Tecnologia da Informação) fornecendo mão de obra qualificada", justificou o secretário.

Segundo Correa, a formação profissional na área tecnologia atenderia uma demanda do mercado e consequentemente ampliaria a oferta de vagas de emprego e geração de renda no estado.

Para a presidente da Microsoft no Brasil, Paula Bellizia, o objetivo do Minas Digital vem de encontro com a atuação da Companhia. "A Microsoft quer fomentar a tecnologia no Brasil. Enxergamos nesta parceria uma oportunidade de consolidar informações e conhecimento", afirmou.

Segundo Bellizia, a Companhia propõe a disponibilização de conteúdos online, capacitação básica em TI e acesso a software Microsoft para os alunos da rede pública por meio do programa DreamSpark Standard. Neste programa, as instituições de ensino acessam o software de desenvolvimento e design de programas para executar habilidades em TI, dentre outros.

Participaram da reunião, o secretário adjunto de Ciência e Tecnologia, Vinícius Rezende; o subsecretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Leonardo Dias; o subsecretário de Ensino Superior, Márcio Rosa Portes; a presidente da Microsoft Paula Bellizia e demais executivos da companhia.

 

Minas Digital

O programa possui ampla proposta de tratar o ecossistema da inovação em todas as suas fases e etapas, passando não somente pelo fomento a novas empresas, mas também pela capacitação no segmento de tecnologia e, sobretudo, pela mudança do conceito da sociedade sobre o que vem a ser inovação.

Esta aposta tem, entre outros objetivos, o de gerar cerca de R$ 1 bilhão em investimentos públicos e privados nos próximos 10 anos, a criação de pólos de inovação nos 17 territórios de desenvolvimento e o de, anualmente, qualificar até 100 mil jovens no setor tecnológico. Além disso, com as diversas iniciativas aglutinadas no Minas Digital,  a intenção do Governo de Minas Gerais é a de contribuir para tornar o território mineiro atrativo a investimentos de outros estados e nações.