Gigante da construção civil investe R$ 24 milhões em centro de distribuição em Minas Gerais
Aporte na nova unidade, em Betim, acompanha o ritmo de crescimento da construção civil no estado e amplia capilaridade dos negócios
Publicado: 23/08/2021 16:01 | Atualizado: 27/08/2021 08:23
Foto: Divulgação Indi Foto: Divulgação Indi

O estado de Minas Gerais vem apresentando resultados acima da média em relação à geração de empregos e à retomada da economia. Entre os segmentos em expansão no período, um dos destaques foi a construção civil. Conforme dados do Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado de Minas Gerais (Sinduscon/MG), nos 10 primeiros meses de 2020, os mais afetados pela pandemia do novo coronavírus, o estado foi o que mais gerou vagas com carteira assinada no setor: quase 31 mil vagas.

Atento a esse movimento do mercado, a Agência de Promoção de Investimento e Comércio Exterior (Indi) – vinculada à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (SEDE) -, intermediou a instalação do primeiro centro de distribuição (CD) do Grupo OVD em Minas Gerais, no município de Betim, na região metropolitana da Capital, mediante aporte de R$ 24 milhões.

O Grupo OVD tem grande representatividade no mercado de ferragens, ferramentas, acessórios, materiais elétricos, hidráulicos e equipamentos para a construção civil de modo geral. A previsão inicial é de que sejam gerados pelo menos 25 novos postos de trabalho na unidade que já está em fase de implantação. O início das operações deve ocorrer em meados de setembro.

Na avaliação do diretor do Grupo OVD, Odenir Rossi, Minas é um território com imenso potencial para diversificação da economia. “Encontramos no estado iniciativas que estimulam o empreendedorismo. Também percebemos que a economia mineira é consistente, promovendo um maior desenvolvimento econômico e, consequentemente, crescimento do PIB”, afirmou.

Rossi também destacou que Minas possui um mercado estratégico para a companhia, com muita força em segmentos que possuem estreita relação com a atuação da empresa quer seja junto a atacadistas, distribuidores ou revendedores de setores da construção civil, agronegócio, metal mecânico, elétrico e eletrônico, entre muitos outros. “Por isso é um mercado com grande potencial para fortalecer e aprimorar nossa atuação e participação”, acrescentou.

Desenvolvendo Minas

Uma das estratégias adotadas pelo Governo de Minas, por meio da Indi, para minimizar os efeitos da retração econômica decorrente da pandemia do novo coronavírus foi atrair empreendimentos dos setores que registraram aumento de demanda e, por isso, aproveitaram para investir.

A analista de Promoção de Investimentos da Agência, Larissa Souza Batista, lembrou que já havia ocorrido um contato inicial com o Grupo OVD no ano de 2017. Porém, no período, não foi possível avançar em relação às demandas da empresa. A partir da retomada do contato, dessa vez em julho de 2020, foi possível aprofundar em relação aos pleitos da companhia, sobretudo em relação às questões tributárias, com apoio da Secretaria de Estado de Fazenda (SEF). “O tratamento tributário foi o principal aspecto que conseguimos equalizar para dar a segurança necessária que os investidores precisavam para expandir os negócios”, afirmou.

Ela lembrou ainda que as conversas começaram literalmente no meio da pandemia e ainda assim foi possível concretizar o empreendimento. “Estamos sempre atentos a todas essas tendências e movimentações do mercado, justamente para aproveitar essas oportunidades para Minas, gerando mais emprego e renda. Essa conquista também revela uma visão assertiva de médio e longo prazo da empresa, que é bastante estratégica”, observou.

Presença no mercado 

O Grupo OVD atua no mercado de ferramentas, ferragens, máquinas e equipamentos, sendo reconhecida como uma das maiores e melhores distribuidoras do segmento de construção no país. Está presente ha mais de 50 anos no mercado, com clientes atendidos em todo território nacional, além da realização de exportações para inúmeros países.

A nova unidade mineira visa a promover mais capilaridade aos negócios. A matriz da companhia está localizada em Curitiba (PR). Existem ainda outros cinco centros de distribuição da empresa: Feira de Santana (BA), Aparecida de Goiânia (GO), Jundiaí (SP), Itajaí (SC) e Novo Hamburgo (RS), além de duas filiais, sendo uma em Serra Talhada (PE) e outra em Barbalha (CE), somando mais de 120 mil metros quadrados de área construída, localizadas em regiões estratégicas do país para atender com máxima eficiência e agilidade todo o território nacional.

A empresa comercializa mais de 25 mil itens, entre ferragens, ferramentas, parafusos, materiais para solda, ferramentas elétricas, materiais e equipamentos para construção civil, materiais elétricos e equipamentos de proteção individual. Além disso, a OVD também investiu no desenvolvimento de produtos e possui a marca Vonder, sendo detentora de mix de ferragens, ferramentas, máquinas e equipamentos para uso profissional do mercado.