Demo Day da Start-Up Brasil acontece nos EUA
Dez startups se apresentaram para investidores, dentre elas a MaxMilhas, de Belo Horizonte
Publicado: 11/12/2015 14:02 | Atualizado: 11/12/2015 14:03

O programa de aceleração Start-Up Brasil realizou ontem seu segundo Demo Day, em São Francisco, Estados Unidos. O evento foi promovido pela Apex-BrasilSoftex e Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI). Foram levadas dez empresas brasileiras para se apresentarem a investidores estadunidenses e prospectar negócios, dentre as quais uma é de Minas Gerais!

Em seu segundo evento nos Estados Unidos, o Start-Up Brasil apresenta os números de crescimento das três primeiras turmas do programa e traz cases com soluções inovadoras e potencial de atração global. “Durante os três anos do Programa, tivemos empresas investidas por diferentes fundos e investidores internacionais como 500 Startups, Qualcomm Ventures, Redpoint eVentures e TechStars”, comenta Diônes Lima, vice-presidente de operações da Softex.

De soluções para empresas ou para animais de estimação, até plataforma para mulheres ou inovação dentro da aviação, são diversos os setores representados no segundo Demo Day Start-Up Brasil em São Franciso. E, para dar ainda mais dinamismo, seis investidores e VCs (venture capitalists) foram convidados para avaliar as startups após os pitches. Uma das finalistas e participantes da aceleração do Start-Up Brasil é a MaxMilhas, startup de Minas Gerais.

O MaxMilhas apresenta uma plataforma para intermediação da compra e venda de passagens aéreas emitidas por milhas. A solução permite que pessoas em todo o Brasil realizem seus sonhos de viajar por meio de pacotes econômicos e que os participantes dos programas de fidelidade possam ter os melhores benefícios de seus pontos. A startup tem sede em belo Horizonte, e já possui unidades no Rio de Janeiro e em Nova York.

Para José Dieguez, Analista Sênior em Ciência e Tecnologia e Coordenador-Geral de Software e Serviços de TI para o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, empresas como a MaxMilhas “representam a tecnologia de ponta e inovação que o Brasil pode produzir. Nós estamos orgulhosos em apresentá-las para o cenário internacional para que possam ganhar reconhecimento e dólares de investidores de primeira linha do Vale do Silício”.

Divulgação: Start-Up Brasil