Artesãos de Marliéria são cadastrados pela ARMVA
O objetivo é democratizar o acesso ao Programa do Artesanato Brasileiro
Publicado: 01/10/2021 13:25
Divulgação ARMVA Divulgação ARMVA

Com grande variedade de técnicas artesanais, o município de Marliéria inaugurou o Espaço "Eco Arte: educação ambiental e artesanato sustentável”, com exposição dos artesãos locais e cadastramento da Carteira Nacional do Artesão, realizado por meio de parceria com a Agência de Desenvolvimento da Região Metropolitana do Vale do Aço (ARMVA), nessa quarta-feira (29).

O objetivo da ação da ARMVA é democratizar o acesso dos artesãos ao Programa do Artesanato Brasileiro (PAB), com a efetivação do cadastro com a Carteira Nacional do Artesão, que é um documento físico, válido em todo o território nacional, que formaliza a atividade artesanal.

Os artesãos cadastrados têm acesso aos cursos de capacitação, feiras e eventos apoiados pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede) e pelo Programa do Artesanato Brasileiro (PAB), bem como as ações dos Serviços em Inovação e Tecnologia (SebraeTec). O documento é obtido de forma totalmente gratuita e, atualmente, o cadastro também pode ser realizado via internet. Consulte o link https://www.agenciarmva.mg.gov.br/projetos/carteira-nacional-do-artesao/ para saber mais a respeito do cadastramento online.

Para o chefe de gabinete da ARMVA, Mauro Sérgio Guimarães, além de tradição cultural, o artesanato também é uma importante fonte de renda para muitos mineiros e pode se fortalecer ainda mais em Marliéria.

“O Governo de Minas tem se empenhado para fomentar a geração de emprego e renda, uma das ações nesse sentido é justamente a formalização do artesão por meio de políticas públicas já consolidadas no estado e no Brasil. A ARMVA, em parceria com a Diretoria de Artesanato da Sede, auxilia no acesso dos artesãos à essa política. Percebemos o grande potencial que o município tem neste campo. Parabenizamos a gestão municipal pela implantação do espaço e agradecemos por contar com a nossa parceria nessa empreitada”, frisa Mauro.

Espaço Eco Arte

Segundo uma das idealizadoras do projeto e chefe de Seção de Meio Ambiente, Gilda de Andrade, o espaço é para ser usufruído por toda a comunidade. “O Espaço Eco Arte é um local para conhecimento teórico e prático de educação ambiental, desenvolvimento sustentável e inclusão social. O nosso objetivo aqui é fomentar e oportunizar a melhoria de qualidade de vida, geração de renda e acesso a cultura”, informa Gilda.

A secretária de Meio Ambiente e Turismo de Marliéria, Carla de Castro destaca que o artesanato já é tradição na cidade e que tais iniciativas irão promover ainda mais esta vocação.

“O artesanato faz parte da cultura e história de Marliéria. O papel das políticas públicas, neste contexto, é de agregar valor à essência do cidadão marlierense, dando condições necessárias para que cada um se consolide e possa ter uma fonte de renda a partir disso. A parceria com a ARMVA começa agora com a Carteira Nacional do Artesão e ela continuará com a consolidação do espaço”, pontua Carla.

O Espaço Eco Arte está localizado no Almoxarifado da Prefeitura de Marliéria, próximo à Praça JK, aberto de segunda a sexta-feira, de 8h às 16h.