Empresa investe R$ 50 milhões na construção de resort em Ouro Preto
Governo de Minas assina protocolo de intenções para investimento em complexo hoteleiro com potencial econômico e turístico no estado
Publicado: 23/12/2021 12:34
Foto: Neno Vianna/Ascom Ouro Preto Foto: Neno Vianna/Ascom Ouro Preto

O Governo de Minas, por meio das secretarias de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede), via Invest Minas, e de Cultura e Turismo (Secult), assinou na segunda-feira (20/12) um protocolo de intenções com a ALA Empreendimentos para investimento de R$ 50 milhões, montante voltado para a construção de um dos maiores e mais modernos resorts de Minas Gerais. O Eco Resort Ouro Preto terá acomodações de alto padrão e será construído em uma das regiões com maior procura pelos turistas no estado.

 Complexo hoteleiro híbrido

O empreendimento será um complexo hoteleiro híbrido, contendo as modalidades de hospedagem e multipropriedade. Ao todo, serão 89 unidades, sendo 24 apart-hotéis, 48 unidades de hospedagem e um condomínio com 15 casas com área privativa. O projeto conta com uma ampla estrutura de lazer e turismo ecológico e está em uma região com inúmeras pousadas e belezas naturais. Os R$ 50 milhões previstos serão investidos ao longo dos próximos três anos.

“O investimento traz muitos benefícios para a região e para o setor de turismo de Minas Gerais. Serão 70 empregos durante a obra, que deve ficar pronta no período de três a quatro anos. Quando entrar em funcionamento, o empreendimento gerará cerca de 80 empregos permanentes e gerará um valor expressivo em impostos”, conta Aldair Veiga Júnior, CEO da ALA.

Missão da Invest Minas

O novo resort será construído próximo à MG 129, que liga Ouro Preto a Ouro Branco, região extremamente importante para a história e cultura de Minas Gerais e também reconhecida pelas belezas naturais.

“O potencial turístico em Minas é muito grande. E é um grande desafio transformar esse potencial em realidade econômica, com novos negócios, mais oportunidades e mais empregos. Nosso objetivo, como Invest Minas, é justamente facilitar com que mais projetos como esse aqui saiam do papel”, disse João Paulo Braga, diretor-presidente da Invest Minas.

Potencial turístico

O secretário de Estado de Cultura e Turismo, Leônidas Oliveira, destacou que o Eco Resort Ouro Preto vai suprir uma lacuna de acomodações de alto padrão na região e vem em um momento especial de consolidação de outro projeto. 

“Esse resort atenderá a um projeto estruturante maior, a Via Liberdade, que é o entorno da BR-040, entre Brasília e Rio de Janeiro, eixo que concentra 70% do patrimônio histórico tombado do país. O lançamento está previsto para o ano que vem, como parte das comemorações do bicentenário da Independência do Brasil”, conta.

Bom ambiente de negócios

O secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Fernando Passalio, ressaltou que a construção do Eco Resort Ouro Preto é mais um exemplo dos benefícios para a economia na melhoria do ambiente de negócios em Minas Gerais, que ultrapassou a marca de R$ 190 bilhões em investimentos formalizados de 2019 a 2021.

“É uma pauta prioritária do governo Romeu Zema. Estamos trabalhando arduamente para criar um ambiente favorável para termos grandes investimentos para Minas Gerais. E estamos conseguindo. Saímos de uma média de R$ 11 bilhões de investimentos por ano, até 2018, para média de R$ 60 bilhões por ano a partir de 2019, com mais de 100 mil empregos gerados nos últimos três anos”, destacou o gestor.