Inaugurado em Lagoa Santa, na RMBH, um dos maiores complexos de fabricação de equipamentos hospitalares da América do Sul
Expansão da mineira Alfamed vai gerar mais de 160 empregos diretos e 600 indiretos nos primeiros meses de operação
Publicado: 05/05/2022 12:28 | Atualizado: 05/05/2022 12:30
Foto: Bruna Fontes/Sede Foto: Bruna Fontes/Sede

A Alfamed inaugurou nesta semana o seu novo complexo industrial, na cidade de Lagoa Santa, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH).  Fundada em Minas, a empresa que atualmente faz parte do grupo Prime Holding fabrica e comercializa equipamentos médico-hospitalares de última geração, como monitores, ultrassons, eletrocardiógrafos e oxímetros. A expansão vai gerar, somente nos primeiros seis meses, mais de 160 empregos diretos e cerca de 600 indiretos. O investimento é de R$ 9,5 milhões e contou com o atendimento da equipe da Invest Minas para ser viabilizado.

Em visita à VMI Médica, uma das empresas que pertence ao mesmo grupo da Alfamed, na cidade de Lagoa Santa, nesta quarta-feira (4/5), o governador Romeu Zema disse que a expansão de empresas já instaladas no estado é a prova de que os esforços da atual gestão para desburocratizar e facilitar a vida dos empreendedores estão dando resultados na prática.

“Temos conseguido atrair muitas empresas para Minas Gerais, como nunca se atraiu. Nesses poucos mais de três anos de Governo, já conseguimos criar em Minas Gerais 467 mil empregos formais. E também focamos na formação de mão de obra qualificada. Através do programa Trilhas do Futuro, por exemplo, oferecemos mais de 110 mil vagas de cursos profissionalizantes. O Estado paga a mensalidade e ainda concede um auxílio alimentação e transporte. Queremos que todos tenham a oportunidade de ter um emprego digno”, afirmou.

Localização estratégica

Com um espaço de 4.300 metros quadrados, esse passa a ser um dos maiores complexos industriais para a fabricação de equipamentos para suporte à vida e diagnóstico por imagem da América do Sul. A localização do empreendimento é estratégica: bem próximo ao Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, visando melhor acesso ao mercado externo. 

“Com essa ampliação, vai ser possível aumentar o número de linhas de produção de equipamentos que já oferecemos ao mercado e o lançamento de novos produtos, com mais recursos tecnológicos. Temos um projeto audacioso, já em andamento, voltado para a hemodiálise e com foco em exportação. Esse investimento não é importante só para Lagoa Santa ou Minas, mas também para o Brasil”, afirma o presidente da Alfamed, Otávio Viegas.

A Alfamed faz parte do grupo Prime Holding, que emprega mais de 800 colaboradores diretos e mais de 2.000 indiretos e possui um know-how de mais de 35 anos no mercado da saúde brasileira. O Grupo é composto ainda pelas empresas VMI Segurança e VMI Systems, além da VMI Médica.

Crescimento econômico

Na avaliação do secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Fernando Passalio, a expansão e chegada de empresas em Minas é fruto das políticas desenvolvidas pela atual gestão.

“A consequência das iniciativas do governo é a transformação de Minas Gerais em melhor lugar para se investir no pais, impulsionando o crescimento econômico regional e contribuindo para a geração de mais emprego e renda para os mineiros”, enfatiza o secretário.


Para o diretor-presidente da Invest Minas, João Paulo Braga, a história da Alfamed é um exemplo de como o empreendedorismo pode transformar a vida das pessoas.

“É um negócio nascido aqui e gerido por uma família, e que busca constantemente desenvolver tecnologias de ponta voltadas para o segmento de saúde, que inclusive ajudaram a salvar milhares de vidas durante a pandemia. A empresa gera empregos altamente especializados e bem remunerados, e já expande sua atuação para outros países, incluindo os Estados Unidos”, ressalta.