Empresa de infraestrutura sediada na Região Metropolitana de Belo Horizonte investirá R$ 50 mi em expansão
Motivada pelo bom momento da economia mineira, VPA Infra dobra o número de funcionários em Ribeirão das Neves e já mira presença em outros países do continente
Publicado: 21/06/2022 12:31
Foto: Divulgação/VPA Infra Foto: Divulgação/VPA Infra

Atrair investimentos para Minas Gerais não é só trazer novas empresas. É preciso atuar para garantir que os negócios já instalados se mantenham no Estado e, a partir daqui, realizem a expansão para o mercado nacional e internacional. Foi o que ocorreu com a VPA Infra, líder nacional em projetos e equipamentos de contenção e escoramento de solo, com 25 anos de atuação junto a mineradoras, empreiteiras e construtoras. A empresa está em expansão, com um investimento previsto de até R$ 50 milhões, em duas fases. O bom momento da economia mineira e o auxílio da Invest Minas na expansão foram decisivos para que a empresa mantivesse o centro das operações em Minas Gerais, dobrando o número de empregados.

 

Sediada na Região Metropolitana de Belo Horizonte, a VPA já é uma empresa com atuação nacional, com filiais em oito estados do país. Mas o Novo Marco do Saneamento, aprovado em 2020, fez com que a demanda por obras de infraestrutura aumentasse significativamente. O CEO da empresa, Bruno Andrade, conta que a direção sentiu a necessidade de um novo Centro de Distribuição para atender a quantidade de obras em todo o país. Mas Minas Gerais seria mesmo a melhor opção?

 

Foi aí que os executivos procuraram a Invest Minas para saber como a Agência poderia ajudar nesse movimento. E a resposta foi animadora. “Os técnicos da Invest Minas nos ajudaram bastante. Eles nos orientaram sobre os caminhos que precisávamos seguir e nos auxiliaram no contato com órgãos estaduais. Desde o primeiro contato, a resposta já foi bastante positiva. A partir daí, já não cogitamos sair do Estado”, relata Andrade. Pelo menos R$ 10 milhões já foram aplicados para a expansão da empresa.

 

Além das obras de saneamento, o executivo prevê que a VPA poderá aproveitar outras oportunidades que vão surgir em outras áreas, inclusive com projetos coordenados pelo Governo de Minas. O projeto de expansão da empresa só deve terminar no ano que vem.  “Temos planos estaduais e federais de investimentos em rodovias e ferrovias, em Minas Gerais e no Brasil. Essas áreas também precisam dos serviços que oferecemos. Certamente, teremos demanda forte para 10 ou 15 anos”, destaca.

 

O diretor-presidente da Invest Minas, João Paulo Braga, destaca que os investimentos já atraídos e os projetos que ainda estão por vir fazem do Estado a melhor alternativa para quem busca boas oportunidades. “Uma legislação mais amigável e os recordes de atração de investimentos estão fazendo com que mais empresas confiem na retomada econômica em Minas e escolham o nosso estado para novos aportes. É um ciclo virtuoso com ganhos reais para a população”, afirma. 

 

 

 

 

Empregos

A confirmação do investimento na unidade da VPA Infra na RMBH, com o suporte da Invest Minas, teve um impacto significativo. Nos últimos meses, a empresa iniciou a ampliação do número de funcionários. Até a conclusão do processo, o quadro de trabalhadores passará de 70 para 150, com impacto em outros 150 empregos indiretos. O geógrafo e engenheiro civil Matheus Pereira, de 38 anos, é um desses novos contratados. Até o segundo semestre do ano passado, ele estava desempregado e a ampliação da VPA foi uma nova oportunidade para ele.

 

“Não é apenas uma reinserção, é uma oportunidade de contato com uma nova área para mim. A empresa também investe continuamente em qualificação. Estou tendo contato com novas tecnologias aplicadas pela empresa e posso desenvolver artigos técnicos para serem publicados em congressos de engenharia”, conta o engenheiro, que também revela os ganhos pessoais com a nova oportunidade. “A rede de benefícios oferecida pela empresa, sobretudo na área médica, tem nos proporcionado uma segurança adicional no atendimento primário à saúde. Sobretudo em tempos de pandemia, que esse aspecto passou a ter fundamental importância nas nossas vidas”, conclui.

 

Tecnologia e Internacionalização

Um dos principais diferenciais da VPA é a inovação. A empresa utiliza as mais modernas técnicas disponíveis no mercado, que necessitam de equipamentos de ponta, fabricados em parte pela empresa e, em outra parte, importados dos Estados Unidos, Europa e Ásia. Muitas dessas tecnologias são inéditas no continente.

 

Por isso, a empresa também tem planos para ampliar a atuação na locação e venda de equipamentos para outros países da América Latina. “Com o avanço da Agenda 2030, muitos países do continente estão buscando universalizar o saneamento básico, abrindo oportunidades para a nossa área. O Peru é um dos países que estão em nível semelhante ao do Brasil neste sentido e já começamos conversas lá”, revela Bruno Andrade.

 

O incentivo à internacionalização das empresas mineiras é outra ação da Invest Minas e que está dando resultados. “Temos muitas oportunidades em países vizinhos e até nas maiores economias do mundo para nossos produtos e serviços. As empresas mineiras têm condições de atender a diversas demandas, sem precisar deixar o Estado. Muitas já se conscientizaram disso e estão colhendo os frutos da internacionalização", afirma Kathleen Garcia Nascimento, assessora-chefe de cooperação nacional e internacional da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (SEDE).

 

 

Incentivos fiscais

A participação da Secretaria de Estado de Fazenda (SEF) nas tratativas foi decisiva para a efetivação dos investimentos da VPA, tendo em vista a concessão de incentivos fiscais para a industrialização dos produtos de aço e PVC, bem como para a importação de mercadorias para revenda. À empresa, foi concedido o diferimento do ICMS nas aquisições de insumos e também o crédito presumido nas vendas dos produtos industrializados e importados para revenda.