Unimontes amplia as técnicas pedagógicas de atendimento.
Unimontes passa a ministrar aulas ao vivo para cursos a distância na UAB
Publicado: 29/03/2016 11:49 | Atualizado: 31/03/2016 10:23

O Centro de Educação a Distância (CEAD), da Universidade Estadual de Montes Claros, amplia a oferta de aulas virtuais para os cursos a distância a partir deste semestre. A iniciativa atenderá aproximadamente 1.250 alunos de 39 turmas de nove cursos ministrados por meio da Universidade Aberta do Brasil (UAB) no Norte de Minas e Vales do Jequitinhonha e do Mucuri. São 13 polos na área de abrangência da Unimontes.

 

Em resumo, além da aula presencial e da aula em vídeo que já faziam parte das atividades a distância até aqui, os alunos passam a ter acesso a mais uma aula virtual ao vivo para cada disciplina com liberdade para a abordagem ao professor e aos tutores. Além disso, explica, o conteúdo ficará disponível para acesso – por meio de cadastro com login e senha – a qualquer momento na plataforma da UAB.

 

Diretor do CEAD/Unimontes, Fernando Guilherme Veloso Queiroz explica que o processo de aulas virtuais foi apresentado num seminário, na última semana em fevereiro, com a capacitação “Inovação das Práticas Pedagógicas”, com atendimento ao público específico de cada área associada ao Centro: docentes tutores, docentes formadores, coordenadores de polo e de curso e tutores, alem de técnicos em informática.

 

Entre os pontos apresentados, como funcionam as ferramentas das transmissões de aulas ao vivo e a discussão dos avanços pedagógicos na modalidade a distância, além da apresentação de novas metodologias.

 

INÍCIO

 

A primeira transmissão ao vivo aconteceu no último dia 16 para cerca de 500 alunos dos cursos de Ciências Sociais, Educação Física, Letras/Espanhol e Pedagogia dos polos de Carlos Chagas, Cristália, Francisco Sá, Itamarandiba, Janaúba, Januária, Mantena, Pedra Azul, Pompéu, São João da Ponte e Urucuia, simultaneamente.

 

Para o CEAD, “a transmissão da aula ao vivo permite maior interação, torna-se mais dinâmica, auxilia o aprendizado com o debate e respostas imediatas para dúvidas e a troca de informações”.

 

Segundo a professora Patrícia Takaki, da equipe de Desenvolvimento em Tecnologias Educacionais e professora da disciplina de Tecnologia da Informação no Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas (CCET/Unimontes), “as aulas ao vivo foram formatadas a partir de estudos e planejamentos”. E prevê: “esta nova experiência favorece o processo de ensino-aprendizagem de múltiplas formas”.

 

“A capacitação foi determinante para alinhamento da EaD às tendências da atualidade, com flexibilidade e diversidade associadas à prática pedagógica. É um recurso que substituirá as aulas presenciais e só trará benefícios aos alunos”, finaliza Fernando.