Ipatinga recebe 3° Edição do Circuito Mineiro de Compras Sociais
Circuito promove o desenvolvimento regional por meio das potencialidades dos pequenos produtores
Publicado: 09/05/2019 14:54 | Atualizado: 09/05/2019 15:50

A cidade de Ipatinga recebeu, nesta quinta-feira (09/05), mais uma etapa do Circuito Mineiro de Compras Sociais (CMCS). O evento, realizado pelo Governo de Minas Gerais, em parceria com a Associação Mineira de Supermercados (Amis) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), tem por objetivo incentivar e aproximar pequenos produtores das grandes redes de varejo.

Promovido pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sedectes), o Circuito é voltado para microempreendedores individuais (MEI), microempresas, empresas de pequeno porte, cooperativas e agricultores familiares com o propósito de promover o desenvolvimento regional, por meio das potencialidades de cada região de Minas Gerais.

De acordo com o superintendente de Desenvolvimento de Potencialidades Regionais da Sedectes, Douglas Cabido, o Circuito Mineiro de Compras Sociais diminui a distância entre empreendedores e redes varejistas, proporcionando, assim, novos negócios que geram mais renda e mais empregos. “Já foram realizadas 16° edições do CMCS em toda Minas Gerais, sendo atendidos mais de 470 empreendimentos, que puderam concretizar diversas oportunidades de negócios”, afirma.

Os inscritos buscam conquistar vaga gratuita como expositores do Super Encontro Varejista – Sevar Leste, feira da Amis, que reúne os maiores supermercados e fornecedores da região Leste, nos dias 29 e 30 de maio, em Ipatinga.

O Circuito

Criado em 2016, o Circuito Mineiro de Compras Sociais é um dos principais programas de incentivo a pequenos negócios do Governo do Estado de Minas Gerais. O CMCS ocorre da seguinte forma: Em uma primeira fase, os empreendedores são preparados para vender para supermercados e outros grandes compradores. Eles também recebem orientações de novas formas de potencializar o negócio e tem contato direto com os supermercadistas. Já no segundo momento, os empreendimentos com melhor avaliação na etapa de seleção do CMCS participam e expõem seus produtos nas maiores feiras empresariais do estado.