Indi realiza missão na China
Empresários mineiros do setor de alimentos e bebidas visitam maior feira do ramo na Ásia
Publicado: 30/05/2019 11:13 | Atualizado: 30/05/2019 11:26
Empresas de Minas Gerais apresentaram seus produtos no estande próprio do estado Empresas de Minas Gerais apresentaram seus produtos no estande próprio do estado

Entre os dias 13 e 17 de maio deste ano, a Agência de Promoção de Investimento e Comércio Exterior de Minas Gerais (Indi)realizou missão de empresários mineiros à China, com foco no setor de alimentos e bebidas, por ocasião da maior feira do setor na Ásia, a Sial China. Nove empresas mineiras de diversas regiões do estado - incluindo vários setores, entre eles o de café, mel e própolis, açaí, frutas, castanhas e alimentos naturais - compuseram a comitiva empresarial.

Durante três dias de feira, as empresas de Minas Gerais apresentaram seus produtos no estande próprio do estado, ao lado do espaço da Apex-Brasil. A agenda dos empresários mineiros incluiu ainda um encontro de negócios que contou com a participação de 61 potenciais compradores. A comitiva participou, ainda, de um evento de relacionamento empresarial, organizado pelo Indi, em que estiveram presentes parceiros e compradores da China, Hong Kong, Macau e Europa.
 

2º encontro de cidades irmãs de Xuzhou (Crédito: Divulgação/Indi)

“A missão, a meu ver, foi muito proveitosa. Foi muito importante ver a escala do mercado chinês, o tanto de oportunidade que tem e a gente voltar e fazer o trabalho de campo, de preparação do volume e qualidade do produto para atender a demanda”, avaliou Cristiano Glória, da TranscomexGG, sediada em Jaíba, exportadora de limão, castanha do baru e outros produtos.

Oportunidade de interação

Ana Andrade, da empresa Oranga Foods, sediada em Belo Horizonte e exportadora de alimentos naturais em pó descreveu o suporte recebido por meio da missão como uma “excelente oportunidade de interação com o mercado chinês, possibilitando a promoção da marca, dos produtos e bons contatos”. A empresa receberá, em breve, a visita de um comprador chinês na sua sede.

Paralelamente, a comitiva do Indi executou uma agenda de atração de investimentos em Shanghai e em Jiangsu, a segunda mais importante província chinesa e região irmã de Minas Gerais desde 1996. Em Shanghai, foram realizadas reuniões no Novo Banco de Desenvolvimento, popularmente conhecido como o banco dos Brics e no Conselho Chinês para Promoção de Comércio Internacional, órgão paraestatal responsável pela promoção do comércio e do investimento.

Em Jiangsu, a comitiva do Indi se reuniu com um dos maiores fabricantes mundiais de equipamentos de construção e com uma empresa detentora de uma tecnologia inovadora de recapeamento asfáltico. A comitiva encontrou-se, ainda, com representantes do governo de Jiangsu, onde foi discutido o aprofundamento da cooperação entre as duas regiões irmãs, particularmente nas áreas de tecnologia, investimentos e futebol.

Como resultado da missão, uma comitiva da Jiangsu Normal University visitará Minas Gerais em junho, para buscar uma parceria de pesquisa com a Inatel, sediada em Santa Rita do Sapucaí. No mesmo mês, uma comitiva da empresa Hi-Target, especializada em monitoramento de alta precisão de barragens de mineração, visitará o estado.