Indi atrai nova indústria de embalagens de vidro para Minas Gerais
Instalação da multinacional no estado representa, para a economia mineira, a geração de 172 empregos diretos e mais de 90 indiretos
Publicado: 26/06/2019 14:27
O município de Jacutinga, no Sul de Minas, foi escolhido para sediar a unidade O município de Jacutinga, no Sul de Minas, foi escolhido para sediar a unidade

Agência de Promoção de Investimentos e Comércio Exterior de Minas Gerais (Indi), vinculada à Secretaria de Estado Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sedectes), foi contatada, em fevereiro de 2016, por representantes da Verallia, multinacional fabricante de embalagens de vidro, interessada em investir em Minas Gerais.

Foram apresentadas opções de terrenos, e o escolhido foi em Jacutinga, na região Sul do estado, atendendo ao requisito de logística, com proximidade ao porto de Santos, ao mercado consumidor de São Paulo e do fornecedor da matéria-prima areia em Descalvado (SP). Foram investidos cerca de R$ 330 milhões, com a geração de 172 empregos diretos e mais de 90 indiretos.

A Verallia  é a primeira fábrica de embalagens em vidro em Minas Gerais, insumo indispensável para a indústria de bebidas. Além das empresas já implantadas, houve recentemente a instalação e expansão de novas cervejarias, como o Grupo Petrópolis e a Cidade Imperial Petrópolis. Com isso, a indústria mineira terá ganhos de arrecadação e em logística na redução de custos. 

“Como primeira indústria de embalagens de vidro em Minas Gerais, acredito que a instalação da Verallia será um divisor de águas na atração de indústrias de bebidas por diminuir em muitos casos o custo logístico. Existe ainda a possibilidade, quando acordado entre as partes, de comprar embalagens de vidro com ICMS diferido dentro do estado, o que pode melhorar o fluxo de caixa dos clientes da Verallia”, afirma o gerente de Cadeias de Agronegócio, Alimentos, Bebidas e Químicos, Lucas Fonseca.

Articulação

O terreno em Jacutinga não possuía o fornecimento de energia (gás e elétrica) necessário ao projeto. Desse modo, a partir da articulação do Indi, a Gasmig construiu um gasoduto de cerca de 10 quilômetros e a Cemig uma linha de energia de cerca de 20 quilômetros.

Além disso, o Indi atuou nas negociações junto à Prefeitura de Jacutinga, na obtenção do licenciamento ambiental com a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Semad), na liberação de linha de financiamento junto ao BDMG e na construção do trevo que dá acesso ao Distrito industrial de Jacutinga, com o Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DEER/MG).

Desenvolvimento sustentável

Mantendo o seu compromisso com o meio ambiente, a multinacional instalou, em Jacutinga, um sistema de tratamento de emissões atmosféricas de última geração e uma moderna estação de tratamento de efluentes, doméstico e industrial, em circuito fechado.

Todo efluente tratado neste sistema será reaproveitado internamente, sem descarte externo. Além disso, o vidro por si só é 100% reciclável.

Sobre a empresa

A Verallia possui indústrias em 11 países. A empresa atua na fabricação de embalagens de vidro, oferecendo soluções inovadoras, customizadas e ambientalmente corretas para mais de 10 mil clientes ao redor do mundo.

No Brasil, possui três fábricas localizadas nos municípios de Porto Ferreira (SP), Campo Bom (RS) e Jacutinga (MG), para produção de embalagens de vidro e, ainda, disponibiliza aos seus clientes um centro de criações para novos produtos.

A empresa produz embalagens de vidro para alimentos e bebidas, principalmente para os segmentos de vinhos, cervejas, sucos, azeites, conservas, cafés solúveis, entre outros.