Governo de Minas recebe embaixador do Vietnã
Encontro estreita relações entre governos e abre possibilidade de parcerias
Publicado: 31/07/2019 11:45 | Atualizado: 02/08/2019 10:02
Divulgação/Sede Divulgação/Sede

A fim de estreitar laços e identificar sinergias e possibilidades de cooperação e investimento, os secretários de Desenvolvimento Econômico (Sede), Vitor de Mendonça, de Cultura e Turismo (Secult), Marcelo Matte, e Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), Ana Maria Valentini, receberam o embaixador do Vietnã, Do Ba Khoa.  O encontro aconteceu nessa terça-feira (30), na sede do Governo de Minas, onde foi apresentada uma cartela de produtos e serviços de Minas que tornam oportunidades para as áreas de interesse do país asiático, como tecnologia farmacêutica, comércio, agricultura, turismo e cultura.

As relações diplomáticas entre Brasil e Vietnã celebram 30 anos. Desde 2012, os dois países registam crescimento do intercâmbio comercial, sendo o Vietnã o principal parceiro comercial brasileiro na Associação de Nações do Sudeste Asiático (Asean). Em relação a Minas Gerais, o saldo da Balança Comercial com o Vietnã apresentou superávit, fechando 2018 com US$ 150,8 mi. Nos últimos dois anos, as exportações mineiras para a Vietnã alcançaram US$ 83,2 mi e US$ 167,6 mi, respectivamente. Já as importações somaram, respectivamente, US$ 18,9 mi e US$ 16,8 mi.

Estreitar as relações com os países asiáticos é uma das principais estratégias da Sede para o desenvolvimento econômico do estado. “Nosso plano é de fechar o ano com atração de investimentos de R$30 mi, seja em expansões, seja em novas parcerias. Estamos abertos para ampliar nossas parcerias com o Vietnã”, garante Vitor de Mendonça.  Atualmente, Minas Gerais ocupa a quarta posição no ranking dos estados brasileiros exportadores para o Vietnã, tendo como principais produtos o minério de ferro, milho e farelo de soja.

“O Vietnã é um país que desponta, cresce, tem mercado e que vem diversificando a economia. Estamos em busca de parcerias e, aqui, vocês têm tudo”, afirma o embaixador Do, Ba, Khoa, convidando os participantes para conhecer o país asiático. De acordo com o representante vietnamita, a visita é uma busca de programas de cooperação científica e tecnológica, sobretudo na área agrícola, principalmente, café.