Governo de Minas assina protocolo de intenções com empresa Pratt Whitney
Com investimento superior a R$60 mi, empresa canadense abre unidade em São José da Lapa
Publicado: 02/09/2019 14:55 | Atualizado: 16/09/2019 11:48

O Governo de Minas Gerais, por meio das secretarias de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede) e da Fazenda (SEF), assinou, na manhã desta segunda-feira (2/9), um protocolo de intenções com a empresa Pratt & Whitney. A iniciativa muda os rumos do setor aeroespacial no estado e no Brasil, uma vez que a empresa canadense implantará, até dezembro deste ano, uma unidade no município de São José da Lapa, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

O espaço será destinado à prestação de serviços de manutenção aeronáutica e à comercialização de partes, peças e outros materiais de reposição, manutenção ou reparo de aeronaves, inclusive equipamentos e instrumentos de uso aeronáutico. “Atualmente, cerca de 3.500 motores Pratt estão no Brasil. Esta parceria viabiliza a manutenção dos equipamentos, sem a necessidade de mandá-los para fora do país”, explica o gerente-geral da Pratt & Whitney, Renato Rafael.

A unidade será implantada próximo ao Aeroporto Tancredo Neves, considerado o aeroporto mais conectado do país, com 47 destinos. Estar próximo a Confins é estratégico para atender ao mercado de aviação geral, dentre eles, helicópteros. “A instalação surgiu de uma necessidade de encurtar distâncias e custos”, acrescenta Rafael.

O investimento inicial é de mais de R$60 milhões, com expectativa de geração de 13 empregos diretos e 17 indiretos. Para o presidente da Agência de Promoção de Investimento e Comércio Exterior de Minas Gerais (Indi), Thiago Toscano, a assinatura do protocolo é para retorno imediato para o Estado, o que não é tão comum. “Os planos são para que a unidade já receba o primeiro motor ainda em dezembro deste ano”, afirma Toscano.

Para o secretário de Desenvolvimento Econômico, Vitor de Mendonça, esta parceria mostra as inúmeras oportunidades que Minas Gerais oferece ao mercado. “O setor aeroespacial é forte e a empresa Pratt está investindo em nossa região no momento correto. É com muita satisfação que viabilizamos esta ação e estamos abertos para o suporte necessário”, afirma Vitor.

 

Secretário-adjunto visita à IAS – Indústria de Aviação e Serviços

A unidade da Pratt & Whitney está sendo instalada no terreno da empresa IAS – Indústria de Aviação e Serviços. Referência no setor aeroespacial, a empresa brasileira busca ampliar suas atividades com a parceria feita com a empresa canadense. Na última quinta-feira (29/8), o secretário-adjunto da Sede, Adriano Magalhães, visitou a empresa IAS, em São José da Lapa. A visita faz parte da estratégia do atual governo de entender as atuais demandas do setor aeroespacial no estado. “Estamos visitando outras empresas em busca de integração, apoiando, principalmente, na área de inovação”, explica Magalhães.

Para Adriano Magalhães, o setor aeroespacial tem grande potencial de crescimento em Minas Gerais. “Além de atrair as empresas para o estado, o governo busca unir academia e as empresas já consolidadas”, afirma.