Programa disponibiliza R$ 1 milhão para ideias inovadoras de Minas
A Fapemig está com inscrições abertas para o Programa Centelha, iniciativa executada pela fundação para revelar talentos inovadores no estado.
Publicado: 16/09/2019 14:54
Foto: Renato Cobucci/Imprensa MG Foto: Renato Cobucci/Imprensa MG

A Fundação de Amparo à Pesquisa de Minas Gerais (Fapemig) está com inscrições abertas para o Programa Centelha, iniciativa executada pela fundação para revelar talentos inovadores no estado. O investimento destinado ao projeto é da ordem de R$ 1 milhão, como forma de estimular a criação de empreendimentos a partir de novas ideias em Minas.

Os interessados podem submeter propostas, pelo site do programa, até o dia 30 de outubro deste ano. Podem participar pessoas físicas, que atendam às exigências do edital, ou empresas com faturamento anual bruto de até R$ 4,8 milhões, criadas e formalizadas a partir do Centelha/MG.

Segundo Thiago Morais, integrante da equipe executora do programa no Estado, o processo seletivo funcionará como um funil. "A expectativa é que tenhamos 1 mil ideias submetidas na primeira fase e que passem 200 projetos para a segunda fase, 100 para terceira e, ao final, selecionaremos as 15 melhores propostas. Importante destacar que cada fase terá uma série de vídeos para os proponentes se capacitarem e melhorarem seus projetos”, observa.

As propostas selecionadas vão receber pouco mais de R$ 66 mil para o desenvolvimento da ideia, no formato de subvenção econômica (recursos não reembolsáveis). “A ideia é gerar novas empresas, movimentar o ecossistema de inovação e trazer soluções para o Estado”, complementa Morais.

A chamada pública 05/2019 - Programa Centelha - está disponível neste link.

Centelha

O Programa Centelha é uma ação promovida pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e pela Financiadora de Inovação e Pesquisa (Finep), em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), e operada pela Fundação Centros de Referência em Tecnologias Inovadoras (Certi).

Nesta primeira edição, participam do programa 21 estados: Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Sergipe.

Em Minas Gerais, o programa é executado pela Fapemig. Do investimento previsto de R$ 1 milhão, R$ 600 mil são oriundos da Finep e R$ 400 mil, da agência mineira (Centelha/MG). A mesma pessoa ou empresa pode apresentar mais de uma ideia, mas apenas aquela com maior pontuação passará para a fase seguinte. Para saber mais sobre o programa ou esclarecer dúvidas, visite o site do programa.