O Governo de Minas Gerais, através da Secretaria Estadual Extraordinária de Desenvolvimento Integrado e Fóruns Regionais (Seedif), começou a realizar nessa segunda-feira (26) o mutirão do cadastramento de profissionais para receber a Carteira Nacional do Artesão e Trabalhador Manual em Ouro Preto e nos distritos Santa Rita e Cachoeira do Campo, região central do Estado. O cadastramento será feito até a próxima quarta-feira (28).

No primeiro dia de atividades, no Departamento de Indústria e Comércio da Secretaria Municipal de Turismo de Ouro Preto, foram realizados 75 cadastros. A expectativa é que entre terça e quarta-feira sejam realizados mais 100 cadastros. Para Pedro Leão, Subsecretário da Seedif, a iniciativa do Governo Estadual beneficia os artesãos e preserva o turismo em Ouro Preto.

“A região de Ouro Preto recebe turistas de todo o Brasil e até de outros países, que sempre levam alguma lembrança da cidade. Muitas famílias da região vivem da renda do artesanato, então estes profissionais que estão sendo cadastrados serão regulamentados e vão ter acesso a aulas de capacitação, feiras e eventos ligados ao artesanato. A medida do Governo de Minas, junto com a Seedif, contribui com a economia local e com a transformação das famílias”, argumenta.

Este é o segundo mutirão do cadastramento de 2018. Entre os dias 21 e 22 de fevereiro, 61 artesãos indígenas da etnia Xakriabá foram cadastrados pelo Governo de Minas Gerais. Em 2017 foram mais de dois mil artesãos cadastrados, número 75% maior do que no ano anterior.

Mais Artesanato: Roda de Conversa em Ouro Preto

A 3ª Roda de Conversa do Projeto Mais Artesanato também despertou a atenção de muitos artesãos no primeiro dia do mutirão do cadastramento em Ouro Preto. Com a sala cheia, foram debatidas as políticas públicas do artesanato e as diretrizes dos artesãos e associações. Também foram apresentadas as vantagens de formalizar a atividade e participar de associações, feiras, cursos e eventos. O Governo de Minas, por meio do Núcleo de Artesanato da Seedif, também ouviu as demandas dos artesãos da região.

Informações para cadastramento

Para participar, o interessado, maior de 16 anos, deve realizar o pré-agendamento, e comparecer, na data e local agendados, portando os seguintes documentos: foto 3x4 recente, original e cópia do documento de identidade, CPF e comprovante de residência em nome do requerente. O cadastramento se dará mediante avaliação de peças prontas e demonstração de habilidade manual, através da prova de feitura para cada técnica a ser cadastrada. Poderão ser registrados no mínimo uma e no máximo três técnicas para cada artesão.